Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

coruche à mão

preservar memória / criar valor

coruche à mão

preservar memória / criar valor

FIOS - LINHO, ALGODÃO, LÃ e OUTROS

Quase a chegar ao fim da dinâmica no âmbito dos TALEIGOS. Em setembro vamos ter uma surpresa associada ao desafio lançado em março do corrente ano. Hoje publico duas peças trazidas por Raquel Marques, cuja produção esteve a cargo desta, de Maria Filomena Carvalho, Rosária Penteado e Custódia Fortunato.

36812753_1961778510521772_5785903061809496064_n.jp

Autoras: Raquel Marques e Maria Filomena Carvalho

36776292_1961778133855143_7057904811030609920_n.jpAutoras:Rosária Penteado e Custódia Fortunato

Créditos fotográficos: Paulo Fatela

FIOS - LINHO, ALGODÃO, LÃ e OUTROS

Hoje publico mais um conjunto de sacos trazidos por Raquel Marques, no âmbito da dinâmica de produção de TALEIGOS. São peças tradicionais em retalhos produzidos por Guilhermina Alexandrina, avó de Raquel Marques. Obrigado 

35540838_1930031400363150_3998409304678858752_n.jp

Autora: Guilhermina Alexandrina

35489554_1930031453696478_6434009383348207616_n.jpAutora: Guilhermina Alexandrina

35546748_1930031387029818_8519931929359810560_n.jpAutora: Guilhermina Alexandrina

35526981_1930031437029813_8006111475477250048_n.jp Autoras: Raquel Marques e Guilhermina Alexandrina - 1972

FIOS - LINHO, ALGODÃO, LÃ e OUTROS

Mais uma publlicação no âmbito da dinâmica "TALEIGOS". Esta partcipação vem de mãe e filha, respetivamente Maria Filomena Carvalho e Raquel Marques. São peças com algum tempo e, são absolutamente tradicionais, desde retalhos (reutilização de tecidos) bem como sacos, bordados, para pão.

Nota: Em breve mais publicações com a colobaração de Raquel Marques. 

35484278_1928203893879234_2158472527985246208_n.jp

Autora: Maria Filomena Carvalho

Materiais: Tecidos de algodão (com padrões diversos) -  tradicionais retalhos 

35496504_1928202903879333_6401039724030459904_n.jp

Autora: Raquel Marques

Materiais: Tecido de algodão e linhas de bordar

35515679_1928202740546016_339150868462960640_n.jpg

Autoras : Maria Filomena Carvalho / Raquel Marques

Materiais: Tecido de algodão e linhas de algodão

35479190_1928203047212652_7558402856181563392_n.jp

Autora: Raquel Marques

Materiais: Tecido de algodão

Créditos fotográficos: Paulo Fatela

 

FIOS - LINHO, ALGODÃO, LÃ e OUTROS

Publico neste post um conjunto de quatro taleigos em crochet, sendo que dois produzidos por duas mulheres que estiveram de forma marcante na minha vida.  As outras duas peças foram trazidas até mim por Raquel Marques e são da sua mãe Maria Filomena Carvalho. São peças dos anos oitenta do sec. XX. Obrigado!!!

 

32562831_1889719601060997_8193670511155216384_n.jp

Autora: Maria Mendes ( minha sogra)

ano:1981

32349808_1889719957727628_2549193631411994624_n.jp

Autora: Maria Filomena Carvalho

ano: 1983

32440469_1889720161060941_6371211794635030528_n.jp

Autora: Maria Filomena Carvalho

ano: 1983

32489661_1889771674389123_2821291783982415872_n.jp

Autora: Rita Costa Turicas (minha tia e madrinha de batismo)

ano:1980

 Créditos fotográficos: Paulo Fatela

 

 

 

 

GASTRONOMIA

Sabores de Natal

Estamo-nos a aproximar do 25 de dezembro, é tradicionalmente um dia santificado cristão, o Natal é amplamente celebrado, sendo que alguns de seus costumes populares e temas comemorativos têm origens pré-cristãs seculares. Os costumes típicos do feriado incluem a troca de presentes, a ceia, músicas, festas de igreja, refeições especiais, decorações diferentes, incluindo as árvores de Natal.  Na mesa  não podem faltam as filhós.

As filhós são uma tradição gastronómica da festividade do Natal, assim divulgo neste forum uma receita publicada no opúsculo Comeres de Coruche e outra no Coruche. Contudo lanço, também, o desafio os vários amigos para partilharem receitas.

 

"Filhós

Ingredientes:

Farinha q.b.

250 gr. de banha

6 ovos

Sumo de 3 laranjas

1 Cálice de aguardente

Sal (derretido em água)

Fermento de padeiro (15 gr)

 

Juntam-se todos os ingredientes e amassam-se muito bem.

Deixa-se levedar a massa durante algumas horas.

Estendem-se retângulos fininhos que se cortam com carretilha e se fritam, polvilhando depois com açúcar e canela."

 

in: “Comeres de Coruche”, Associação para o Estudo e Defesa do Património Cultural e Natural do Concelho de Coruche, 1993, pág. 44

 

003.JPGCréditos fotográficos: Paulo Fatela 

 

Receita  partilhada por Raquel Marques

 

"Filhós

 Ingredientes:

1 Kg de Farinha

Sumo de 4 Laranjas

4 ovos

250 de Banha

Aguardente

Fermento de Padeiro

1 pitada de Sal

1 pouco de água

 

Coloca-se a farinha num alguidar, abre-se um buraco no meio e juntam-se todos os ingredientes (a banha é derretida em banho Maria). Num púcaro mete-se a água o fermento e o sal e deixa-se amornar até derreter o fermento, depois amassa-se como se fosse pão. Deixa-se levedar até crescer. Estendem-se com o rolo da massa e fritam-se em óleo ou azeite bem quente. 

No final  polvilha-se de açúcar ou açúcar e canela conforme o gosto."

DSC09260 (1).JPGCréditos fotográficos: Tânia Prates

 

Receita partilhada por Céu B. Reis

 

"Filhós

 Ingredientes:

10 ovos

1kg de farinha sem fermento

Fermento de padeiro

1 copo de vinho de água quente para dissolver o fermento

2 chávena de chá de azeite quente

2 colheres de sopa de aguardente

Uma mão fechada de sal.Bom apetite!

Misturam-se todos os ingredientes com a colher de pau e amassam-se com a mão até esta descolar das mãos e do alguidar, sempre que seja necessário molhar as mãos em azeite. A massa finalizada quando formar bolhas. Fazem-se pequenas bolas na mão e tendem-se para fritar.

 

Nota: Eu deixo fintar a massa, normalmente a maioria das pessoas fazem-no até a massa duplicar."

 

"Azevias

 

Para a massa: farinha, banha, sal, sumo de laranja e um cálice de aguardente.

Para o recheio: grão-de-bico cozido com pele e ralado, mel, açúcar e raspa de limão.

Amassa-se muito bem a farinha com a banha, uma pitada de al, o sumo de laranja e o cálice de aguardente. Deixa-se a massa repousar durante algum tempo (uma hora).

Passa-se o grão-de-bico previamente cozido pelo passe-vite e depois juntam-se-lhe, misturando-os muito bem, todos os outros ingredientes e leva-se num tacho a lume brando até fazer ponto.

Estende-se a massa, corta-se com a carretilha em círculos, põe-se no meio de cada círculo um pedaço da espécie, tapa-se com a massa e fritam-se em bom azeite. Depois de fritas deixam-se a escorrer sobre papel pardo e quando estiverem sequinhas polvilham-se com açúcar e canela."

in Labaredas, José – Coruche à mesa e outros manjares, Lisboa: Assírio e Alvim, 1999, págs. 260 e 261. 

006.JPGCréditos fotográficos: Paulo Fatela

 

 

Receita partilhada por Maria Antónia:

 

 “Sonhos de cenoura

1 laranja

4 ovos

750 gr. de cenouras

125 gr. de farinha

70 gr. de açúcar

Uma pitada de sal

2 colheres de sopa de fermento em pó

 

Cozem-se as cenouras, deixam-se escorrer bem e trituram-se. Batem-se as claras em castelo. Envolvem-se todos os ingredientes. Com o auxilio de um colher doseam-se os sonhos que se fritam em óleo. Depois de fritos polvilham-se com açúcar e canela a gosto." 

Fotografia de Tânia Prates.JPG

 Créditos fotográficos: Tânia Prates

 

Receita partilhada por ML Mesquita:

"Filhós de Nata

 

Ingredientes:

1 pacote de natas pequeno

3 gemas

1colher de sopa de aguardente

400 grs de farinha

uma pitada de sal facultativo

 

Misturam todos os ingredientes, não precisam de.ser amassadas. Tendem-se as filhós com o rolo e de seguida fritam-se. São passadas por açúcar e canela.

Muito rápidas de fazer e a massa não precisa de descansar."

15621658_1902850746604674_5286228169462385934_n.jp Créditos fotográficos: ML Mesquita

 

Receita partilhada pelo amigo Fernando Serafim:

 

 

"Filhós da Avó

1Kg de farinha

6 ovos

Sumo de 4 laranjas

Banha 200 grs

1cálice de aguardente

Óleo q.b.

Fermento de padeiro 30 grs

Sal derretido em água morna

 

Esta receita é semelhante a outras do nosso concelho e já publicadas no teu blog tal como a que foi transcrita do “Comeres de Coruche”, publicação da Associação do Património.

 

Coloca-se num recipiente a farinha, onde se juntam os restantes ingredientes que depois de bem misturados e amassados vão fintar ou levedar por 4 ou 5 horas perto de uma fonte de calor.

Depois é só colocar pequenos pedaços de massa numa superfície plana, estendê-la com o respetivo rolo e cortá-la em pequenas e finas fatias retangulares que se põem a fritar em óleo bem quente.

Depois de fritas colocam-se num prato ou travessa cobertas com açúcar e canela a gosto. 

 

Bom apetite!"

200.jpgCréditos fotográficos: Paulo Fatela