Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

coruche à mão

preservar memória / criar valor

coruche à mão

preservar memória / criar valor

REPRESENTAÇÕES PICTÓRICAS DE CORUCHE E OS SEUS PROTAGONISTAS

Hortense Gonçalves

“Sem possuir alicerces artísticos, noções de pintura ou desenho, deu ao primeiros passos na pintura de forma autodidata, sendo a sua perseverança e até obsessão pelo preenchimento do vazio o motivo que a levou a concretizar este antigo desejo.

Procura, com os conhecimentos adquiridos no atelier do mestre Artur Ventura, obter um estilo próprio, mais solto, desprendido e liberto, que lhe permita explorar novas técnicas criativas.

Participou em várias exposições: coletiva na Junta de Freguesia de Carnide, coletiva na casa do Artista, Lisboa (2006); individual Sentir Coruche no museu municipal de Coruche (2007); coletiva Telas, Tintas e às vezes, no Museu da Tapeçaria, Portalegre(2008); coletiva “Liberdade”, Coruche (2009), Bienal de Artes Plásticas / Percursos com Arte, Coruche (2013)."

In: Brochura Bienal de Artes Plásticas / Percursos com Arte, 2013.

Em baixo temos uma pequeníssima mostra de três telas, as duas primeiras do casario do centro histórico da vila de Coruche e a última da Ermida de Nª Srª do Castelo, trata-se de pintura a óleo s/ tela. 

13866858_1197282596962065_113052643_n.jpg

13770351_1211063018926662_1487669919087423671_n.jp

13823436_1197282560295402_268910376_n (1).jpg

 Créditos fotográficos: Luis Simões e Paulo Fatela

 

Revisão: Ana Paiva

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.