Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

coruche à mão

preservar memória / criar valor

coruche à mão

preservar memória / criar valor

FIOS - LINHO, ALGODÃO, LÃ e OUTROS

TRAJE de CAMPINO

 

O campino é uma personagem típica da região do Ribatejo que está ligado à condução de gado, em especial aos touros. Veste-se de uma forma muito característica com o seu barrete verde com orla e barra em vermelho, camisa branca, colete encarnado, uma faixa vermelha que usa na cintura, calça azul, meias brancas até ao joelho, sapato preto com esporas, uma jaqueta que coloca sobre o ombro esquerdo e por último o seu bastão (pampilho) que utiliza na condução do gado. 

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Campino

telmo_campino.jpg

 Telmo Ferreira, dançanrino de fandango - Rancho Folclórico da Fajarda

 Créditos fotográficos: Rancho Folclórico da Fajarda  / Edição: Helena Diogo Claro

eu.jpg

 Créditos fotográficos: José Cordeiro

 

Meias de Maiorais/Campinos (Ribatejo)

As meias usadas pelos maiorais/campinos do Ribatejo até meados do séc. XX são um dos exemplos mais interessantes das malhas portuguesas. Eram feitas (pelo menos em parte) pelos próprios homens que as usavam, situação muito rara no nosso país, e usadas como traje de trabalho.

Estas meias eram feitas em fio de algodão branco muito fino (sem o brilho  mercerizado de fabrico atual) e chegavam ao joelho, ficando integralmente à vista por serem usadas com calções. Como muitas meias portuguesas, as dos maiorais/campinos são começadas por uma bordadura de pequenos bicos. Segue-se uma barra larga integralmente decorada por colunas de motivos diversos.

O uso das meias tem sido progressivamente abandonado, à medida que o calção desapareceu enquanto traje de trabalho, ficando restrito às apresentações de ranchos folclóricos.

A tipologia das meias dos maiorais/campinos corresponde a um modelo de meia existente pelo menos desde o século XVII.

 

Fonte: Pomar, Rosa – Malhas Portuguesas –Civilização Editora, p 35 – 39 – 47

Texto integrado na brochura “Espaço Malhas”, no âmbito do projeto Envolvências Locais / Bienal de Artes Plásticas – Percursos com Arte - 2015

Paulo Fatela e Ana Paiva

 

MEIAS.jpg

 

CAPA_CONTRACAPA.jpg

 Créditos fotogáficos:Tânia Prates / Edição: Helena Claro Diogo / Produção: Paulo Fatela

 

Revisão: Ana Paiva

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.