Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

coruche à mão

preservar memória / criar valor

coruche à mão

preservar memória / criar valor

CORTIÇA - FIGURADO, PEÇAS ÚTEIS

O sobreiro (Quercus suber)

Montado 2.jpg

 Fotografia arquivo Câmara Municipal de Coruche

 

O sobreiro é uma árvore perene da família das Fagáceas (Quercus suber), a que também pertencem o castanheiro e o carvalho. Existem 465 espécies de Quercus, principalmente em regiões temperadas e subtropicais do Hemisfério Norte. A cortiça extrai-se da espécie Quercus suber L.

É devido à cortiça que o sobreiro tem sido cultivado desde tempos remotos. A extração da cortiça não é, em regra, prejudicial à árvore, uma vez que esta volta a produzir nova camada de “casca” (suber) a cada nove anos, período após o qual é submetida a novo descortiçamento. Recentemente têm-se desenvolvido processos mais mecanizados, como o caso da máquina que corta a cortiça, evitando lesões prejudiciais à vida do sobreiro e que facilita o trabalho dos tiradores, sem os substituir, aumentando assim a produtividade.

A cortiça é um produto mediterrânico, produzido apenas por um conjunto restrito de países, dos quais se destaca Portugal como maior produtor.

 

A cortiça é, sem dúvida, uma matéria-prima utilizada em todo o mundo, nas mais diversas atividades e negócios. A sustentabilidade ecológica da cortiça confere-lhe as caraterísticas  necessárias para se impor como a matéria-prima de referência, num planeta que se quer cada vez mais protegido ambientalmente.

 

É indubitável que a cortiça é possuidora de qualidades únicas, sendo acima de tudo um material 100% natural, reciclável e biodegradável. Estas caraterísticas elegeram ainda a cortiça como recurso utilizado em áreas inovadoras como o mobiliário, moda, indústria aeroespacial, etc.

 

Em Portugal existem mais de 720 mil hectares de montado do sobro e Coruche assume-se (a nível concelhio) como o maior produtor de cortiça, pois só de uma unidade industrial de Coruche saem diariamente cinco milhões de rolhas de cortiça para todo o mundo.

 

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Sobreiro

http://www.amorim.com/a-cortica/mitos-e-curiosidades/O-Sobreiro/110/

Fatela, Paulo – Mãos com Alma: artes e ofícios tradicionais em Coruche, edição   Associação para o Desenvolvimento da Charneca Ribatejana, 2004.

 

A produção de peças artesanais, em Coruche, a partir da cortiça, não é demonstrativa de inovação; contudo, existem alguns artesãos em Coruche que desenvolveram ou desenvolvem peças, essencialmente decorativas.

Dinis Azevedo, Henrique Barroso, Arlindo Pirralho, José Inácio Carvalho, Paulo Nunes e António Arsénio Jerónimo produzem essencialmente miniaturas (artesanato tradicional), na maioria reveladoras das suas vivências rurais. António Jerónimo distingue-se, considerando que a sua  produção é essencialmente constituída por peças úteis.

 

jfatela.jpg

 Artesão: António Jerónimo

Designação: Recipiente para produtos diversos

Material: Cortiça

Dimensão: 0,33m x 0,29m

Créditos fotográficos: José Fatela

 

Revisão: Ana Paiva

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.