Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

coruche à mão

preservar memória / criar valor

coruche à mão

preservar memória / criar valor

GASTRONOMIA

ARROZ DOCE

 

Receita de arroz doce  partilhada por Fernando Serafim:

 

“O Meu Arroz Doce

O arroz-doce é sem dúvida, a sobremesa mais popular e vulgarizada por todo o País, tal como as mil e uma maneiras de o fazer. A característica determinante de um bom arroz- doce, mais do que os ovos ou o leite é a qualidade do cereal utilizado que deve ser sempre o arroz tipo carolino por ter baixo teor de amilose, uma das moléculas do amido presente na sua composição e daí a  necessidade de a  diminuir, cozendo-o em lume brando e mexendo sempre.

Há alguns anos que comecei a fazer arroz doce e a tentar aperfeiçoar uma receita que fosse ao encontro do meu paladar. Hoje, faço-o com mais frequência a pedido do meu neto Vicente que diz: eu não gosto, eu adoro arroz-doce.

 

160gr de arroz carolino; 0,6dl de água; sal; 1litro de leite gordo; 200gr de açúcar branco; Cascas de laranja e canela.

Põe-se o arroz a cozer com a água e uma pitada de sal em lume brando, mexendo sempre.

Aquece-se o leite com as cascas de laranja e vai-se adicionando lentamente ao arroz logo que a água de cozedura desapareça, mexendo sempre até ficar cozido (cerca de 25 minutos).

Adiciona-se o açúcar e mexe-se durante mais 2 ou 3 minutos. Deita-se numa travessa e decora-se com canela a gosto.

 

Bom apetite!”

023.JPG

 Créditos Fotográficos: Paulo Fatela

 

 

Receita de arroz doce  partilhada por Luzia Santos:

 

"125 gr de arroz carolino

1 colher de sopa de manteiga

150 gr de açúcar

7,5 dl de leite

3 gemas

Pau de canela e casca de limão

Coloca-se o arroz em água a ferver, com sal, para cozer durante cerca de dois minutos. Entretanto levamos o leite ao lume com o pau de canela e a casca de limão. Escorremos o arroz muito bem , colocamos no leite a ferver e deixamos cozer destapado, em lume brando.

Quando estiver cozido deitamos o açúcar, desligamos o fogo e mexemos muito bem.

Deixamos arrefecer um pouco e juntamos as gemas, que podem ser desfeitas num pouco de leite, e a manteiga.

Devo dizer que algumas vezes não adiciono a manteiga e fica igualmente bom.

Levamos novamente ao lume brando até engrossar, sem parar de mexer nem deixar ferver."

 

SAM_5997 (2).JPG

  Créditos Fotográficos: Luzia Santos

 

  

Receita de arroz doce  partilhada por Ana Paiva:

 

“O meu arroz-doce

Houve tempos em que achava que qualquer mistura de arroz, leite e açúcar dava arroz-doce. Depois de conseguir diversas consistências de “argamassa” decidi-me a levar a efeito uma investigação nos diversos livros de culinária que tinha e, após variadas experiências, umas melhores que outras, encontrei uma deliciosa receita de “arroz-doce de cesto”, da Beira Alta, numa recolha feita por Maria de Lourdes Modesto.(1) Fica um arroz-doce muito cremoso, tipo leite-creme. O arroz tem que ser carolino, claro, e o leite tem que ser gordo, de preferência do dia. Ponho casca de limão, o que lhe dá um gostinho especial. Também já aconteceu esquecer-me da casca de limão; então, no fim, juntei raspa de um limão e de uma lima e ficou bom; a lima dá-lhe um toque exótico. Uso canela q.b., já que não sou grande fã… E não, não uso o guardanapo nem o cesto, coloco-o numa travessa normalíssima, larga, para ficar bem espalhado. Com as claras, quando tenho oito, faço um bolo. Vou-as congelando, ficam fresquíssimas…"

 

"Arroz-doce de cesto

2,5dl de água; 1 chávena de café de arroz carolino; 1 pitada de sal; cascas de limão; 1 litro de leite gordo; 4 gemas; 200g de açúcar; canela

Coloca-se a água ao lume e, quando ferver, deita-se o arroz (não lavado), uma pitada de sal e cascas de limão. Quando a água tiver evaporado adiciona-se o leite, de preferência quente, e deixa-se cozer bem. Entretanto, misturam-se as gemas com o açúcar e, fora do lume, juntam-se ao arroz. Leva-se novamente ao lume só para cozer as gemas. Retiram-se as cascas do limão, deita-se numa travessa e polvilha-se com canela."

 

(1) Cozinha tradicional portuguesa, “levantamento do património culinário português” efetuado por Maria de Lourdes Modesto (Lisboa: Verbo, 4.ª ed., 1983, p. 103).”

 

arroz-doce  ana paiva).jpg

  Créditos Fotográficos: Ana Paiva

 

A primeira receita enviada, face ao desafio lançado via facebook, foi de Natalina Asseiceira:

 

“Por cada chávena (almoçadeira) e meia de água a ferver leva uma de arroz e nessa água tem de estar pau de canela, uma pitada de sal e um pouco de manteiga. Pomos 3 litros de leite a ferver à parte com uma casca de limão e depois do arroz estar cozido vai-se deitando a pouco e pouco no arroz. Só no fim do arroz estar bem cozidinho é que leva o açúcar a gosto e por fim dispõe-se em pratinhos ou tigelas polvilhado com canela e enfeitado a gosto.”

 

Arroz Doce 013.jpg

Créditos Fotográficos: Natalina Asseiceira