Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

coruche à mão

preservar memória / criar valor

coruche à mão

preservar memória / criar valor

PATRIMÓNIO EDIFICADO

Ermida de Nª Srª do Castelo

 

" A vila de Coruche fica à margem direita do Sorraia, no sopé de um monte alto (89 m) que a domina do lado N e em cujo topo se erguia, no tempo dos mouros, um castelo, que era um miradoiro estratégico de primeira ordem para toda a vasta região da esquerda do Tejo.

Esse castelo , de que a vila parece ter herdado o nome, foi tomado aos mouros e 1166 por D. Afonso Henriques, e reparado no ano seguinte, segundo se deduz da Chronic Gothorum (P.M.H., Scriptores, p. 15-16). Os almóades reapossaram-se dele em 1180, mas destruiram-no e levaram cativos os moradores. Dois anos depois o rei de Portugal voltou a ocupar o local, restaurou o castelo e reprovou-o concedendo foral aos moradores. 

Hoje nada resta dessa velha fortaleza, cujo sitio constitui o adro ou rossio da modesta ermida da Senhora do Castelo."

 

Ribeiro, Margarida, Estudo hístórico de Coruche, Edição Câmara Municipal de Coruche, 2009, pág. 55

 

Registo fotográfico da ermida de Nª Srª do Castelo,  de três fotografos colaboradores do Coruche à mão. Obrigado Hugo, Zé e Ernesto  

13166089_1101154113279534_683784929451347776_n.jpg

 Créditos fotográficos: Hugo Lourenço 

13051536_1159643800713346_3895754690067391237_n.jp

 Créditos fotográficos: José Cordeiro

13151846_683583261780567_4179077171364348589_n.jpg

  Créditos fotográficos: Ernesto dos Santos