Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

coruche à mão

preservar memória / criar valor

coruche à mão

preservar memória / criar valor

FIOS - LINHO, ALGODÃO, LÃ e OUTROS

TRAJES

 

"O concelho de Coruche, devido à sua grande extensão e riqueza, engloba no seu todo uma diversidade de usos e costumes que são uma mescla dos hábitos e princípios trazidos pelos primitivos colonos oriundos de outras regiões do País a que se dava o nome de Barrões, Béus ou Bimbos. Vinham das zonas da Figueira da Foz, Montemor-o-Velho e outras.

A maneira de vestir era diferente, tanto no homem como na mulher.

O lavrador vestia calça justa, jaqueta e chapéu de abas largas e direitas. O trabalhador rural vestia fato de surrebeco, cinta e barrete preto. Dedicava-se aos trabalhos mais pesados: cava, planta, aduba, trata das vinhas e lagaragem. O campino, ex-libris da lezíria, em dias festivos ou gala, vestia camisa branca de coloreta e frentes bordadas, colete encarnado bordado a preto, calção de veludinho roxo ou azul escuro, meia branca de renda, sapato de prateleira, cinta vermelha e barrete verde.

A mulher vestia ceroulas de ganga azul, apertadas no joelho para poder arregaçar as saias: três das saias, mais rodadas atrás do que à frente, sendo a de cima de chita; uma blusa de quartinhos; avental; lenço e chapéu de mescla, garridamente enfeitado com uma fieira, na qual segurava penas de pavão, fios de contas e pequenos objetos; calçava canos e tamancos, usando sempre um taleigo bordado a ponto de cruz."

 

in: Fatela, Paulo – Mãos com Alma: artes e ofícios tradicionais em Coruche, Associação para a Promoção Rural da Charneca Ribatejana, 2014, p 88.

 

PICT0032.JPG

 

Chapéu de mescla, garridamente enfeitado com uma fieira, na qual segurava penas de pavão, fios de contas e pequenos objetos

Créditos fotográficos: Carlos Siilva

 

 

PICT0003.JPG

 

O campino vestia camisa branca de coloreta e frentes bordadas, colete encarnado bordado a preto, calção de veludinho roxo ou azul escuro, meia branca de renda, sapato de prateleira, cinta vermelha e barrete verde.

Créditos fotográficos: Carlos Siilva

PICT0041.JPG

 

 O trabalhador rural vestia fato de surrebeco, cinta e barrete preto

Créditos fotográficos: Carlos Siilva